HOME QUEM SOMOS CURSOS VITRINE EVENTOS CONTATO
(11) 2604-3070
 


 
 




 

Autoclave ou Estufa? - Marcia Nogueira



 

Marcia Nogueira
• Diretora Técnico-científica da área de
podologia da revista eletrônica Belezain
• Professora e Podóloga
Tel: ((11) 9590.0857
e-mail:podologamarcianogueira@hotmail.com

Podologia

Autoclave ou Estufa?

"Lei do Gérson"

Essa é uma grande dúvida dos profissionais que atendem ao público com instrumentos infectantes.

Alguns desses profissionais:
Dentistas, Podólogos, Esteticistas e Manicures.

Quais são as diferenças entre as esterilizações?
Basicamente a esterilização na estufa é feita através do calor seco, por 1 ou 2 horas de exposição do material.

Já na Autoclave, a esterilização é feita através do calor úmido, ou seja , o vapor, de 15 a 30 minutos, dependendo da quantidade de água destilada que a autoclave precisa, para funcionar perfeitamente.

Está escrito no manual. Sabemos que a maior razão para a ênfase em relação à compra da Autoclave é o desrespeito do próprio profissional em relação ao tempo de esterilização na Estufa.

Vou repetir, a seguir, o que temos a obrigação de saber e estamos cansados de ler e ouvir.

A esterilização na estufa pode ser feita da seguinte forma:
Estojos de inox selados com fita crepe, contendo Instrumentais devidamente limpos.

Como devem ser limpos os instrumentais?
Eles devem ser colocados em solução com desincruste por uma hora e logo depois lavados com água corrente, escova e sabão. Secá-los com toalhas descartáveis e colocá-los em estojos de inox, forrados com papel toalha. Selar logo a seguir.

A temperatura da estufa deve chegar a 160°C se os materiais forem esterilizados em 2 horas ou 170 °C por uma hora. Colocar um aviso na porta quanto ao horário que deve ser aberta. Os estojos devem ser colocados na estufa, com espaços entre eles, sem encostá-los às paredes, assim que a temperatura desejada for alcançada.

Após a porta da estufa ser fechada, começamos a marcar o tempo de exposição ao calor seco. A estufa não pode ser aberta antes do tempo previsto, pois, perde calor e os microrganismos se fortalecem, principalmente as bactérias esporuladas.

A abertura da estufa, antes do tempo, é a meu ver, a principal razão da preferência geral pela Autoclave. Portanto, os próprios profissionais são culpados por essa preferência. Convém lembrarmos que o custo da Autoclave é bem maior que o da Estufa. Muitos Podólogos e Manicures reclamam do valor!

A estufa mata todos os microrganismos que fazem mal ao ser humano. Podemos conferir sua eficácia através de termômetros que são colocados dentro da estufa, para saber se a temperatura medida é a mesma que marca no termostato externo. Portanto, se a esterilização for feita dentro das normas, ela será correta.

A esterilização na Autoclave não permite que abramos a porta antes do tempo necessário, pois, funciona como uma panela de pressão que só será aberta quando sair todo o vapor que ela contém. Por esse motivo, a preferência em relação à Estufa e a certeza de que a esterilização está correta.

Convém lembrarmos que no envelope tem uma seta rosa (indicador químico) que ao sair da Autoclave apresenta uma cor escura, preta ou marrom, bem diferente da cor que tem quando o envelope é colocado dentro dela. Essa mudança de cor indica apenas que houve ou não a exposição ao calor, tempo e vapor.

Para conferirmos a temperatura da autoclave está dentro das normas, usamos o teste biológico, uma vez por semana na 1ª carga, em pontos críticos. Eles se apresentam em tubos plásticos, com tampa permeável, com uma fita impregnada com uma população conhecida de esporos (Geobacillus stearotermophilus, altamente resistentes ao calor úmido e não são patogênicos), separada do meio nutriente (líquido roxo), por uma ampola de vidro.

Se esses esporos forem eliminados, todos os outros esporos e formas vegetativas também serão. É uma tese que dá a certeza da esterilização. Tanto a esterilização na estufa como na autoclave, valem por uma semana.

Outra atitude importante:
Sempre orientamos ao profissional que abra o estojo, retirando a fita crepe ou rasgue o envelope na frente do cliente, para que ele tenha certeza de que está sendo atendido dentro das normas de Biossegurança.

Pacientes e clientes:
Exijam essa atitude do seu profissional! Não sou contra a Autoclave, tenho uma em meu gabinete. Além de moderna, em relação ao tempo, a esterilização é muito mais rápida, embora, os gastos também são maiores: envelopes, seladora (se não forem comprados prontos) e água destilada.

Sou contra os profissionais que desprezam a Estufa, tem a Autoclave e o paciente/cliente “pensa” que com a Autoclave o problema da contaminação está sanado, infelizmente e com vergonha, tenho que dizer que não, não está sanado!

Tenho conhecimento de alguns profissionais Dentistas, Podólogos e Manicures, que reaproveitam os envelopes utilizados na autoclave, por 2 e até 3 vezes, ou seja, enquanto couberem os instrumentais dentro dele, e fechando-os quando estão no limite, com fita crepe.

E, pasmem, tem até profissionais que colocam os instrumentais dentro dos envelopes sem lavá-los. Se alguém se identificou com uma dessas atitudes: cuidado!

Você pode ter transmitido o vírus da AIDS, da Hepatite, da Sífilis, dosPapilomas, entre outros, para seu paciente ou cliente. Será que não foi para seu filho? Sua mãe, seu pai ou você mesmo?

Os materiais do envelope, depois de passar por uma sessão de esterilização na Autoclave, sofrem modificações não tendo mais condições de manter a esterilização dos materiais em relação ao meio exterior na 2ª esterilização, pois, os poros se dilatam e tornam-se simples invólucros.

É, parece que nós brasileiros, jamais vamos esquecer a famosa “Lei do Gérson”, a lei de gostar de tirar vantagem de tudo, certo? Os mais jovens que me perdoem lei do Gérson hoje em dia seria “aquele jeitinho brasileiro” que muitos conhecem. A meu ver, o que vale é a consciência do profissional ao fazer a esterilização, seja na Estufa ou na Autoclave.

Ainda irão me perguntar por que eu mesma faço minhas mãos e meus pés?

Pdga e Prof.ª Márcia Nogueira
Colaborador: Dr. Rui Dammenhain

 

 
 
















 


(11) 2604-3070
2015 - Belezain - Todos os direitos reservados. Termo de responsabilidade.

Desenvolvido e Hospedado por Megainter