HOME QUEM SOMOS CURSOS VITRINE EVENTOS CONTATO
(11) 2604-3070
 


 
 




 

2 - Massagem Ayurvédica - Miguel Diniz



 
Prof. Miguel Diniz 
Fisioterapeuta e Terapeuta Holístico 
Site: www.profmigueldiniz.com
Blog: profmigueldiniz.blogspot.com
E-mail: tintamani@hotmail.com 
Fone: 11 6651.9242
Massoterapia

Massagem Ayurvédica - Parte 2

 
 

O retorno da unidade com à Natureza. O Ayurveda, em contrapartida, aponta para uma vida em harmonia com a Inteligência Cósmica, onde nossa inteligência se aperfeiçoa e através do qual retornamos à unidade com a Natureza.

Só a partir dela é possível encontrar o verdadeiro self e, então, mergulhar no domínio do espírito, ou Purusha. Este é o fundamento do Ayurveda - assim como do Yoga, que também tem suas raízes nos Vedas - e funciona como base para a psicologia ayurvédica. O retorno a Purusha exige o despertar da inteligência que está constantemente sob o comando do ego.

E o ego, por sua vez, antagoniza-se à consciência do Eu Superior e é a base de todo o desvio da Natureza. Nesse sentido, segundo o Ayurveda, saúde é um estado que só existe se houver harmonia com Prakriti, a natureza fenomênica.

A doença, ou Vikruti, é gerada pela condição artificial de distanciamento da Natureza; assim, segundo o Ayurveda, todas as moléstias, exceto aquelas que ocorrem por acidente, são provocadas por desequilíbrios resultantes de um estágio inferior da consciência individual.

A massagem é necessária no mundo hoje porque o amor esta cada vez mais distante do nosso cotiadiano. Outrora o toque dos amados era suficiente. Uma mãe tocava a criança, brincava com seu corpo, esta era a massagem, isto era suficiente.

Era um profundo relaxamento, um toque de amor. A mãe entendia seus instintos de mãe e sabia o que fazer com seu filho. Quem lhe dizia o que fazer era o amor. Porém isso tem desaparecido do mundo. Mais e mais temos esquecido onde tocar, como tocar e quão profundamente tocar. E temos receio de tocar.

De fato, o toque é uma das linguagens mais esquecidas, apesar de ser a de mais fácil compreensão. Um gesto carinhoso e sensível em direção ao outro não necessita de palavras, é inequívoco. Mas nós temos nos tornados desajeitados.

Não sabemos mais como fazê-lo. E isso é uma lástima pois o toque é transformador e curativo. Essa sabedoria do toque amoroso e consciente é resgatado através de uma antiga técnica de massagem indiana, a massagem Ayurvédica. Derivada da medicina Ayurvédica, o tradicional sistema de medicina indiano (onde ayur = vida e veda =conhecimento).

Essa massagem se beneficia da compreensão dos aspectos físicos, psicológicos e espirituais da vida sobre o qual esse ancestral sistema de cura é formulado. A massagem Ayurvédica é extremamente meditativa. Antes mesmo do toque ela inicia com a preparação do ambiente.

O praticante aprende a preparar o local onde o paciente será recebido, para que sua massagem se desenvolva numa atmosfera harmônica, silenciosa e amorosa. Ele deverá se sentir acolhido por esse espaço.

A primeira impressão é fundamental para que uma relação de confiança entre o terapeuta e o paciente possa ser profundamente estabelecida. O massagista deverá estar em contato com sua respiração para que haja centramento no momento em que ele for tocar o corpo da outra pessoa. Esse contato com a própria respiração traz a qualidade meditativa do toque.

Uma pessoa que está em contato consigo mesma conhece seu corpo, suas tensões, suas emoções. Portanto, para essa pessoa será mais fácil encontrar e ajudar a desfazer as tensões no corpo do outro. A massagem sem meditação é mecânica. As pessoas estão cansadas de serem tratadas mecanicamente.

Elas precisam de alguém presente com elas. Alguém que lhes dê a atenção de que precisam, alguém que lhes façam sentir vivos, que lhes ouçam, que lhes toquem com presença. Isso também faz parte da cura, do relaxamento.

Massagem com meditação é o resgate do toque amoroso, onde com movimentos suaves e profundos, em sintonia com a respiração levam o outro a relaxar, a encontrar seu próprio ritmo, seu próprio tempo. Essa é a sabedoria inata a todos nós.

Esse é o reaprender do toque intuitivo, guiado pela técnica da antiga tradição ayurveda. Quando uma massagem é realizada sem essa abordagem meditativa ela não respeita o ritmo do corpo. Todo músculo necessita de um certo tempo para que a contração muscular possa ser desfeita.

Uma das coisas mais importantes a serem compreendidas para quem trabalha com massagem é de que a pessoa massageada precisa de alguns minutos para sentir a tensão, respirar na tensão, para que ela possa ser aliviada.

Quando o toque é rápido esse tempo é ignorado e a tensão é identificada mas não desfeita. Um toque curativo e eficiente deve ser lento, firme e profundo. Se você aprende a respirar durante a massagem, você saberá “ouvir” e a sentir o tempo e a dinâmica do corpo.

E sua massagem poderá ser um milagre. Esse milagre é fazer com que a energia flua novamente. Onde antes havia estagnação em determinados pontos, agora há um contínuo circular da energia. Isso é o relaxamento. Isso é o que busca a Massagem Ayurvédica.

No entanto, esse fluir da energia não deve ser apenas para o massageado, mas também para o massagista. A massagem Ayurvédica ensina como se trabalhar sem gastar sua própria energia. Ao invés disso trabalhará consciente de seu corpo e de seus limites.

Toda a massagem é realizada no chão possibilitando que as manobras se transformem em exercícios de alongamento para o massagista. Os alongamentos são de tal forma que você não usa força nas manobras, mas seu próprio peso corporal.

A força utilizada é a força da gravidade, e sua seqüência de manobras pode ser vista como uma verdadeira dança sobre o paciente. Se ao final da massagem os olhos do massagista estiverem brilhando tanto quanto os do massageado, o trabalho foi perfeito.

Os instrumentos de trabalho são as mãos, os pés, óleos aromáticos e a meditação. Mas uma vez que você tenha dominado a técnica, então uma boa massagem será composta de 10% da técnica e 90% de seu amor e respeito pela pessoa e pela massagem.

Apenas um toque profundo e amoroso e algo acontece no corpo. Ayurveda atesta que a normalidade deve ser avaliada individualmente, pois cada ser humano manifesta seu próprio e particular temperamento e funcionamento.

É uma abordagem preventiva identificando estágios brandos do processo de desequilíbrio e buscando através de diversas terapias restaurar nosso equilíbrio funcional pessoal.

 
 

















 


(11) 2604-3070
2015 - Belezain - Todos os direitos reservados. Termo de responsabilidade.

Desenvolvido e Hospedado por Megainter