HOME QUEM SOMOS CURSOS VITRINE EVENTOS CONTATO
(11) 98525-4063
 


 
 




 

Hidroses - Marcia Nogueira



 

Marcia Nogueira
• Diretora Técnico-científica da área de
podologia da revista eletrônica Belezain
• Professora e Podóloga
Tel: ((11) 9590.0857
e-mail: podologamarcianogueira@hotmail.com

Podologia

Hidroses

O suor controla a temperatura do corpo e elimina as toxinas, que são produtos do metabolismo do corpo. Ele é estéril quando sai do corpo. Não possui cor nem cheiro, pois, não há microrganismos nele.

As glândulas sudoríparas eliminam o suor, rico em sais, através dos poros. A quantidade de suor varia de indivíduo para indivíduo, de acordo com a idade, sexo ou raça, influenciada também por fatores endógenos ou exógenos. As hidroses variam de acordo com a quantidade de glândulas sudoríparas, a localização e a quantidade de eliminação do suor.

Se um indivíduo transpira em demasia ocorre a hiper-hidrose, se quase não transpira, a anidrose, caso ele transpire em demasia e esse suor é fétido, ocorre a bromidrose. A hiper-hidrose se manifesta devido a exercícios físicos e fatores emocionais.

A anidrose, pode ser sintoma de alguma doença, como por exemplo: a lepra. Essa patologia é causada por uma bactéria que tem afinidade com partes frias do corpo, como orelha, nariz , nádegas, dedos, atingindo assim, os anexos como as glândulas sudoríparas.

Tem como causa principal:
A promiscuidade, falta de alimentação higiene e saneamento básico. Há alguns fatores que contribuem para o aparecimento do odor fétido, vejamos alguns deles:
a. Hormônios: O organismo é controlado pelo SNC e pelos hormônios.

b. Alimentação: Quantidade e características do alimento.

c. Medicamentos: Composição.

d. Meio-ambiente: Depende do ar e clima.

e. Roupas: Sapatos, meias e tipos de tecidos.

Convém salientar que nem em todo indivíduo que ocorre a hiper- hidrose, vá ocorrer necessariamente também a bromidrose. Suar muito facilita a bromidrose.

Isso dependerá de alguns fatores como os mencionados, juntamente com falta de higiene e origem genética, que influenciará diretamente para que o mesmo indivíduo apresente ou não a bromidrose.

O suor é controlado pela acetilcolina, que estimula a transpiração. Como opção de tratamento dermatológico, são indicados alguns fármacos por via oral, mas com efeitos colaterais freqüentes.

Fármacos de aplicação local, não tem demonstrado resultados satisfatórios. Outras opções de tratamento:
a. Iontoforese: Aparelhos de iontoforese com aplicações diárias de 30 minutos, sem muitos resultados satisfatórios.

b. Toxina botulínica: Com o uso de Botox, com resultados parciais e insatisfatórios.

c. Ressecção da pele com as glândulas sudoríparas: Com resultados insatisfatórios e recidivas.

A opção definitiva para essa patologia dermatológica é a cirurgia chamada Simpatectomia Torácica, com videotorascoscopia.

Como efeito colateral podemos salientar a sudorese compensatória, que se manifesta em outros locais do corpo do paciente.

Obs.: Pesquisa e fotos retiradas da internet.

 
 










 


(11) 98525-4063
2015 - Belezain - Todos os direitos reservados. Termo de responsabilidade.

Desenvolvido e Hospedado por Megainter