HOME QUEM SOMOS CURSOS VITRINE EVENTOS CONTATO
(11) 98525-4063
 


 
 




 

Reparação natural e efeito antiaging na função dos fatores de crescimento



 



 Reparação natural e efeito antiaging na função dos fatores de crescimento

Envelhecimento cutâneo
 
O envelhecimento cutâneo é mediado por uma combinação de efeitos do tempo (envelhecimento intrínseco) e fatores ambientais (envelhecimento extrínseco) nas células e nas estruturas extracelulares, sendo estes processos independentes, clínica e biologicamente distintos que afetam a estrutura e a fun­ção cutânea, simultaneamente.
Crescentes evidências sugerem também que esses dois processos de envelhecimento resultam na conversão e na sinalização molecular e bioquímica, levando ao fotoenvelhecimento cutâneo. Desta forma, a função dos fatores de crescimento no processo de envelhecimento provê uma oportunidade de desenvolver novos produtos cosméticos antiaging.
 
Alterações bioquímicas do envelhecimento
 
Pesquisas extensas na área de fotoenvelhecimento estão aprimorando o entendimento do mecanismo molecular no processo de envelhecimento.
A absorção da radiação UV por cromóforos na pele resulta na formação de espécies reativas de oxigênios (ROS) incluindo o ânion superóxido e peróxido de hidrogênio. O metabolismo oxidativo normal (geração de energia oxidativa pelas mitocôndrias) também resulta na formação de ROS em excesso. ROS desempenha um papel central no envelhecimento extrínseco e intrínseco por aumentar a fosforilação oxidativa dos receptores da célula causando a ativação de um ou mais componentes da MAP quinase resultando na ativação da transcrição de fatores de proteínas 1 (AP-1) e fator nuclear B (NF-κB).
AP-1 estimula a transcrição das metaloproteinases da matriz (MMP), genes de fatores de crescimento em fibroblastos e queratinócitos e inibe a expressão gênica do pró-colágeno tipo I em fibroblastos.


 
Múltiplos estudos têm mostrado que a ativação da MMP pode ser resultado do envelhecimento intrínseco e extrínseco, pois atua bloqueando a matriz dérmica. Diferentes subtipos de MMP tem diferentes substratos de proteínas para produzir uma ruptura em sua principal sequência. MMP-1 produz clivagem em um único lado, no centro da tripla hélice fibrilar do colágeno tipo I e tipo III. As subunidades são clivadas e degradadas pela MMP (stromely sine-1) e MMP-9 (gelatinase). A atividade das MMPs é diminuída pela ligação com inibidores de metaloproteinases (TIMP). Os radicais livres inativam os inibidores das MMPs, aumentando sua atividade. AP-1 media a redução da síntese de pró-colágeno por dois mecanismos: interferência de AP-1 com pró-colágeno tipo I e tipo III e bloqueia o efeito do TGF-β.
A ativação do NF-κB estimula citoquinas pró-inflamatórias incluindo IL-1, TNF-α, IL-6 e IL-9. O processo inflamatório resulta das citoquinas que aumentam a secreção de ROS e a radiação UV intensifica o processo inflamatório.
Todos essas atividades bioquímicas aumentam a degradação de colágeno na matriz dérmica e aumentam deposição da elastina.
 
A Tabela I abaixo mostra a função dos colágenos I, III, IV, VII.

Papel dos Fatores de Crescimento na Reversão do Envelhecimento Cutâneo
 
Os fatores de crescimento são proteínas reguladoras que medeiam os percursos dentro e entre as células. O uso de fatores de crescimento no rejuvenescimento e na reversão dos efeitos cumulativos do fotoenvelhecimento é uma inovação no tratamento desses processos indesejáveis. Os fatores de crescimento promovem reparo, estimulam a cicatrização e promovem remodelamento dérmico.
Visando a avaliar esses efeitos, um estudo randomizou 250 pacientes com fotodano cutâneo, que foram tratados durante 3 meses com fatores de crescimento. Os resultados mostraram melhora da hidratação cutânea e da aspereza, clareamento cutâneo e redução das rugas.
Atualmente, um dos fatores de crescimento mais estudados é o TGF-β(fator de crescimento de transformação beta) que, segundo um estudo realizado por Fitzpatrick et al, apresenta diversos benefícios anti-aging, como aumento da síntese de colágeno, aumento da espessura epidermal e remodelamento dérmico. TGF-β é uma importante citoquina que induz a síntese da Matriz Extracelular. Para que todas as propriedades anti-aging e de reparação do TGF-β sejam mantidas é necessário estimular o TGF-β1, TGF-β2 e TGF-β3.
 
Ácidos graxos essenciais (EFAS) & Fatores de crescimento
 
O ácido eicosapentóico está presente em moléculas contendo ômega 3. De acordo com um estudo realizado por pesquisadores Koreanos e publicado no Journaloflipid, esse ácido aumenta a expressão de TGF-β1, TGF-β2 e TGF-β3.

Efeito do ácido eicosapentóico na estimu­lação do fator de crescimento TGF-β1, TGF-β2 e TGF-β3. Observa-se a melhora no aspecto da pele tratada com ácido eicosapentóico.
Os resultados do estudo mostraram que o ácido eicosapentóico apresenta efeito anti-aging e previne o fotoenvelhecimento; inibe a expressão das metaloproteinases (MMP-1 e MMP2), acelera os processos de cicatrização por estimular a reparação do tecido; promove a síntese dos colágenos I e III e da fibronectina; estimula os fibroblastos na produção de glicosaminoglicanas e promove remodelamento dérmico.
O SH Polipeptídeo-5 é um ativo cosmético que atua como precursor do fator de crescimento de transformação beta – TGF-beta, ativando a expressão do TGF-β1, TGF-β2 e TGF-β3. Apresenta alta concentração de ácido eicosapentóico em sua composição, além disso, devido à presença das vitaminas C e E no composto, atua também como um potente agente antioxidante, aumentando sua eficácia antiaging e reduzindo o processo inflamatório cutâneo.


EFAS (Ácidos Graxos Essenciais)
 
Propriedades do SH Polipeptídeo-5
 
Aumenta a expressão de TGF-β1, TGF-β2 e TGF-β3.
Acelera os processos de cicatrização por estimular a reparação do tecido.
Promove a síntese dos colágenos I e III e da fibronectina.
Estimula os fibroblastos na produção de glicosaminoglicanas.
Atua na proliferação das células musculares lisas.
Previne e combate o fotoenvelhecimento.
Inibe o crescimento de células cancerígenas.
Acelera a cura de feridas em processos crônicos e agudos.
Promove a reepitelização cutânea.
Promove a adesão de fibronectina e a migração de queratinócitos através da regulação da expressão dos genes específicos das integrinas, resultando no processo de reparação cutânea.
É um anti-aging e fotoprotetor com eficácia comprovada.
Potente antiinflamatório.
Inibe a expressão das metaloproteinases (MMP-1 & MMP2).
Potente ARL.

 
Precious Cell Complex
A cosmetogenética em sua forma mais tecnológica
Nanosérum cosmiátrico com célula tronco vegetal, fatores de crescimento tissular, nanolipossomas de oxigênio, neurocosméticodermosensorial e ácido hialurônico de baixo peso molecular. Revitalizam as células tronco da pele e previnem sua deteorização, tratando simultaneamente o envelhecimento cutâneo e a qualidade dos tecidos. Apresenta também, IDP-2 e TGF-B, fatores de crescimento que promovem a recuperação dos tecidos epidérmicos e dérmicos, com inédito mecanismo de preenchimentos das três camadas da pele com reconstrução tecidual das mesmas, proporcionando a renovação celular profunda e estimulação da cicatrização de microferimentos epiteliais. Indicado para reconstrução tecidual após terapia com microagulhamento e cirurgias plásticas.
 
Para mais informações acesse:
www.compreadeliamendonca.com.br
SAC: (37) 3551-2000

 
 










 


(11) 98525-4063
2015 - Belezain - Todos os direitos reservados. Termo de responsabilidade.

Desenvolvido e Hospedado por Megainter