HOME QUEM SOMOS CURSOS VITRINE EVENTOS CONTATO
(11) 98525-4063
 


 
 




 

Atenuação de hipercromias da pele



 



Atenuação de hipercromias da pele


Antes de iniciarmos qualquer processo despigmentante para a atenuação de hipercromias da pele é de suma importância que observemos o fototipo do paciente.
Peles de fototipo III, IV, V, segundo a classificação de Fitzpatrick requerem cuidados mais que especiais no pós procedimento devido à possibilidade de gerarem efeitos rebotes como escurecimento por maior produção de melanina das hipercromias tratadas.
Dentre os procedimentos de despigmentação das hipercromias podemos citar diversas técnicas como : equipamentos de microdermoabrasão , os peelings mecânicos ( peeling de cristais, peeling diamantado, peeling ultrassônico) , aplicação de ativos despigmentantes (arbutin, uva ursi, dermawhite, belides, melawhite, ácidos kójico, mandélico, ascórbico, salicílico, málico, glicólico, fítico e outros) e argiloterapia.
                            
Equipamentos de microdermoabrasão promovem esfoliação e podem ser utilizados como pré peelings que antecedem a aplicação dos ativos cosméticos despigmentantes potencializando o efeito do procedimento sobre a pele por reduzirem a camada córnea da epiderme , a superficial, tornando-a mais permeável.
Os ativos despigmentantes vão agir sobre a hipercromia por diversos mecanismos de ação segundo suas propriedades químicas. Uns atuam por bloqueio da melanogênese, outros por quimioesfoliação cutânea, outros por ação sobre os queratinócitos, outros por ativação da reprodução celular, outros por destruição química da hipercromia, etc.
É sempre importante avaliar a pele do paciente antes de se aplicar ativos cosméticos despigmentantes, conhecer os cosméticos de uso home care pelo paciente, saber as contra-indicações de aplicação como alergias, quimio e radioterapias, gravidez, amamentação, ferimentos cutâneos, herpes zozter , eritema solar e pós depilatório, cicatrizes decorrentes de cirurgias recentes.
A argiloterapia, principalmente a realizada com argila branca também promove clareamento das hipercromias por apresentar em sua composição química elevada quantidade de silicato de alumínio e potássio, caolinita e quartzo. Tem em sua estrutura também óxido de magnésio (MgO) ; óxido de cálcio (CaO) ; enxofre (S) ferro (Fe) ; boro (B) ; cálcio (Ca++); óxido de enxofre (SO3). A argila branca também promove efeitos de suavizar rugas, linhas de expressão e manchas causadas pela exposição excessiva ao sol. Em sua constituição química encontra-se o óxido de silício, que tem uma função cutânea importante no estímulo da produção de colágeno e elastina, dando assim uma característica mais resistente e um aspecto harmônico à pele. A argila branca tem efeito depurativo, higienizante, descongestionante, tensor suave e revitalizante. Auxilia no aporte sanguíneo e oxigena e nutre a pele.
Para resultados mais rápidos e eficazes, é recomendável que o paciente faça uso diário de cosméticos adequados contendo colágeno e ácido hialurônico como recursos hidratantes e nutritivos da pele e também do FPS para evitar que a luz solar induza à melanogênese.
Tanto a aplicação de equipamentos como a de ativos despigmentantes e a de argila podem ser intercalados sendo necessário o acompanhamento da evolução dos procedimentos com documentação fotográfica o que dá maior evidência ao sucesso do tratamento.

DRA. JULIANA FERNANDES DE ALMEIDA 
BIOMÉDICA ESTETA E ESTETICISTA
FONES : (11) 983056156 / 950662429 / 986786648
E-mail : julianafernandes_sp@yahoo.com.br 

 

 
 










 


(11) 98525-4063
2015 - Belezain - Todos os direitos reservados. Termo de responsabilidade.

Desenvolvido e Hospedado por Megainter