HOME QUEM SOMOS CURSOS VITRINE EVENTOS CONTATO
(11) 98525-4063
 


 
 




 

Peelings - parte 4 - Estela Cardoso



 



Peelings - Parte 4

Estela Cardoso

Outro procedimento que deve ser associado no preparo da pele é a hidratação cutânea, onde visamos a retenção hídrica adequada, fornecendo ou mantendo o equilíbrio do manto hidro-lipídico, favorecendo a atuação do peeling.

A utilização de cosméticos hidratantes, firmantes e nutritivos, favorecem a resistência da pele com relação à reação adequada da aplicação do peeling, bem como a melhora do tônus dérmico.

Para a potencialização do efeito dos cosméticos, utilizamos a ionização Ultrassônica do Peeling Ultra Master para facilitar a introdução de seus princípios ativos na derme, favorecendo a captação dos mesmos pelas células.

Os procedimentos de higienização profunda e hidratação cutânea com o Peeling Ultrassônico devem ser realizados na semana que antecede a aplicação do peeling químico.

Deve-se ter o cuidado de não alterar o ph da pele, usando cosméticos de acordo com o biotipo cutâneo a ser aplicado. Já na fase após a aplicação do Peeling Químico, os procedimentos estéticos também podem auxiliar na recuperação da pele ou na manutenção da mesma.

A microcorrente é um recurso eletroterápico valioso no que tange a excitação dos fibroblastos para o aumento da síntese de fibras de sustentação do tecido. O tipo de microcorrente usada para essa finalidade é pulsada, com freqüências variadas, pois quanto maior a freqüência (Hz), maior será sua atuação nos tecidos aplicados.

Então, em peles jovens usamos freqüências mais baixas (50-100Hz), peles maduras usamos freqüências intermediárias (150-200Hz) e em peles envelhecidas usamos freqüências mais altas (200-300Hz).

Dentre os efeitos da microcorrente, podemos citar:
• é produção de ATP em até 500%;
• é transporte de membranas (permeabilidade);
• é transporte de aminoácidos;
• é síntese de proteínas de 30 a 40%;
• é captação de oxigênio local;
• é circulação nos plexos vasculares dérmicos superficial e profundo.

Esse recurso pode ser aplicado após a fase crítica de reação do Peeling Químico ou intercalando as sessões com Peelings superficiais, que podem ser aplicados quinzenalmente.

A aplicação associada da microcorrente com a ionização torna o resultado mais satisfatório. A eletroestimulação muscular é um procedimento que também pode ser incluso no programa de atendimento, porém, numa segunda etapa.

Quando os resultados da aplicação do peeling já foram alcançados, podemos aumentar o tônus muscular a fim de prevenir a diminuição do tônus dérmico.
 
ESTELA CARDOSO
Graduada em Fisioterapia • Pós graduada em Fisioterapia Dermato-Funcional • Graduada em Estética e Cosmetologia

Tel: 21 2236.2460 • 2236.2461
Site: www.advicemaster.com.br
email: estela.cardoso@advicemaster.com.br
 

 
 










 


(11) 98525-4063
2015 - Belezain - Todos os direitos reservados. Termo de responsabilidade.

Desenvolvido e Hospedado por Megainter