HOME QUEM SOMOS CURSOS VITRINE EVENTOS CONTATO LOJA VIRTUAL
(11) 2604-3070
 


 
 




 

Cuidados com pés diabéticos - Patricia Thenório



 
Cuidados com pés diabéticos 
Patricia Thenório
 

 
Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina (hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue) o nível de glicose no sangue fica alto (hiperglicemia), podendo haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.
 
Tipo 1- Não produz insulina. Um defeito do sistema imunológico, faz com que os anticorpos ataquem as células que produzem a insulina. Os portadores necessitam injeções diárias de insulina para manterem a glicose no sangue em valores normais e há risco de vida se as doses de insulina não forem aplicadas diariamente.

Tipo 2- Afeta a forma como o corpo metaboliza a glicose, o portador pode ter uma resistência aos efeitos da insulina ou não produz insulina suficiente para manter um nível de glicose normal. Quando não tratado, o diabetes pode ser fatal. Deve haver prática regular de atividade física, dieta alimentar e uso de medicamento oral. Seguindo o tratamento corretamente é possível manter a glicemia controlada e prevenir e/ou retardar as complicações associadas a doença. Em alguns casos, portadores de diabetes tipo 2 necessitam de doses de insulina para controlar o açúcar no sangue.

Gestacional- Durante a gravidez, para permitir o desenvolvimento do bebê, a mulher passa por mudanças em seu equilíbrio hormonal. A placenta, é uma fonte importante de hormônios que reduzem a ação da insulina. O pâncreas, consequentemente, aumenta a produção de insulina para compensar este quadro.

Por que pés diabéticos são mais sensíveis?

R.: Neuropatia: lesão dos nervos, causa a sensação de queimação e formigamento, podendo levar a perda de sensibilidade.

Vasculopatia: o Diabete afeta os vasos causando a obstrução das artérias, diminuindo a chegada de sangue ao membros inferiores e extremidades.

Existem sinais que podem indicar que há problemas? Quais?

R.:Infecções frequentes: bexiga, rins, pele e infecções de pele, feridas que demoram para cicatrizar, visão embaçada, formigamento nos pés, furúnculos, vontade de urinar diversas vezes, fome frequente, muita sede, perda de peso, fraqueza e fadiga.

"Cortar as unhas em casa não é simples nem aconselhável para diabéticos" Por quê?

R.: O portador de diabetes não deve cortar as unhas em casa para não ocasionar lesões de corte ou perfuração. Raspagem de calos e calosidades, muitas vezes feitos com lâminas de barbear, podem causar infecções, comprometendo ainda mais o problema.

Qual a importância de sapatos confortáveis para quem tem diabetes?

R.: O calçado confortável e sem costuras grossas, evita edemas, lesões de atrito e pressão que muitas vezes causam sérias complicações.

Existe algum cuidado especial na hora do banho?

R.: O uso de sandália de borracha para não escorregar na hora do banho, lavagem com água e sabão e a secagem são extremamente importantes.

Quem tem diabete pode esfoliar os pés em casa?

R.: A esfoliação é bem vinda, pois deixa a pele mais permeável para receber os hidratantes, porém é contra indicada caso haja alguma lesão.

Quais são os cuidados gerais com os pés?

R.:Cortar corretamente as unhas e curetá-las;

Ensinar o portador de diabetes a hidratar a pele dos joelhos até os pés 2 vezes por dia, inclusive, eponíquio; fazer caminhadas com tenis adequados, sem amarrar o cadarço muito apertado; não usar secador de cabelos em temperatura quente, sempre morno para frio para a secagem dos pés, evitando queimaduras e bolhas.

Qual a frequência ideal para ir ao podólogo? E quais são os tratamentos recomendados?

R.: Recomendamos a frequência de 1 vez a cada 30 dias, para a inspeção, corte de unhas, curetagem e hidratação profunda.

Para quem deseja cuidar dos pés em casa (manutenção do tratamento feito na podóloga) quais produtos são indicados e como usar?

R.:Hidratação diária da pele dos joelhos até os pés com Pro Paste ou Keraderm, aplicação de Pro Gel nas unhas e eponíquio, para hidratar e tratar ou prevenir micoses e no interdígito para tratar ou prevenir tínea.
 
 
Patrícia Thenório  
patypodologa@hotmail.com
 

 

 
 















 


(11) 2604-3070
2015 - Belezain - Todos os direitos reservados. Termo de responsabilidade.

Desenvolvido e Hospedado por Megainter